Sgt. Peppers Lonely Heart Club BEATLES!

Não poderia deixar passar batido o 45° aniversário do álbum mais revolucionário e importantíssimo para a história do Rock n’ Roll, o Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, ainda mais da minha banda predileta: The Beatles.

A banda não passava por uma boa fase, não só pelo declínio e cansaço que a banda sofria mas também por conflitos internos, além de uso de drogas como o LSD e maconha. O conceito do álbum tinha sido ideia do McCartney e já que naquela época os integrantes estavam se interessando por outros estilos musicais, incluíram estes novos estilos ao álbum, tornando-o totalmente psicodélico.

Suas ideias inovadoras já começam pela capa famosa e polêmica, com vários ícones importantes no século XX, onde muito diziam que nela possuem várias mensagens subliminares. Os quatro garotos de Liverpool estavam com roupas coloridas em formato militar, além de cablos grandes e barbados, totalmente diferentes daquele estilo “cabelo tigelinha” e terninho do começo da banda.

Não só nos “ iê iê iês” os Beatles souberam aguçar a atenção do mundo inteiro com novas canções e letras que fizeram muitos jovens a pensarem de outras formas, já que naquele tempo os jovens eram mais oprimidos. “Within You Without You”, de George Harrison, é um bom exemplo. A música fala do amor às pessoas e é tocada ao estilo de música hindu: Harrison tocando sua sítara acompanhado de violinos.

É quase que indescritível o arrepio que sinto quando ouço este álbum. Ele não é  só experimental, mas antológico, criativo, sensacional! 700 horas em 129 dias de gravação com equipamentos sofisticados e produzidos por George Martin (Sim, o produtor fodão de vários artistas renomados, além dos Beatles).

Sinceramente, Beatles é, foi, sempre será a melhor banda de todos os tempos e seu sétimo álbum Sgt. Peppers será uma grande obra prima, por retratar as mudanças comportamentais daquela época. Sua história e sua melodia só nos animam mais e incentiva a toda essa leva musical de jovens a criarem novos conceitos musicais, inovarem e passarem aquilo que desejam a sociedade: amor, liberdade, paz e justiça.

E como ia me esquecer de falar da canção Lovely Rita, em que  há percussão de boca e levadas de piano?! E Lucy in The Sky With Diamonds com sua mensagem psicodélica e liberalista? Fora as milhares de versões que muitos outros artistas posteriormente fizeram em homenagem a eles. Das minhas preferidas, segue o combo musical:

 

 

 

 

 

Por causa do radiozinho da minha mãe, seu bom gosto e seus velhos LP´S destes quatro besouros de Liverpool, tenho orgulho em dizer o quanto amo este som e o quanto marcou a minha vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: